domingo, 17 de dezembro de 2017

Clássicos em quadrinhos

Este Os Lusíadas pega os trechos mais famosos ,em versos,e os conta graficamente, interessante.Deu vontade de conhecer o original, será que algum dia eu encaro?!?!
Já o Ilíada e Odisséia faz um resumão básico dos episódios das epopéias.Não gostei do traço - desenhos ridículos,apesar da síntese ser bem didática.São as histórias mais antigas e "conhecidas" de um modo ou de outro.Também preciso conhecer os originais.
Leiturinhas.

sábado, 16 de dezembro de 2017

O diário de Anne Frank,em quadrinhos

Resultado de imagem para o diário de anne frank em quadrinhos


Dos livros sobre a Segunda Guerra Mundial sempre via os relançamentos deste diário e sempre "me afastava".O mesmo vale para o Menino do Pijama Listrado,vi o filme e fiquei mexida.Fico muito emocionada.
Tá certo,não é novidade nenhuma tudo o que foi perpetrado nos campos de concentração nazistas e é sempre bom que a memória se mantenha viva para que não caia no esquecimento,mas não queria colaborar com o "comércio" que se faz desta memória.Sim,acho que tem uma super exposição de tudo relacionado a Anne Frank,e muitas outras histórias ficam escondidas ou não tem um milésimo da exposição que os diários da menina alcançaram.Fica um aspecto meio negativo,por causa disso.
Mas,superando tudo,não resisti à essa versão em quadrinhos - acho que fica menos "forte" que os diários em si,que tem sido publicados com fotos .A história é a mesma,só muda o jeito de ser contada.


UPDATE:
O mais legal foi ver como ela descreveu a vida no esconderijo,sua perspectiva e,sim,mostrar como era uma adolescente mas muito perspicaz .A gente quase esquece que estavam em confinamento e por um longo período.
Interessante também descobrir que o lucro das vendas vai para organizações a favor da infância.


PS: aliás,renovei o estoque de HQs e Graphic Novels,quero ler mais e também reler algumas que estão esquecidas nas estantes.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

E pra me divertir: Sherlock

Imagem relacionada
(foto da internet,meramente ilustrativa)


Ainda faltam dois pra que eu faça esta coleção do Sherlock(O cão dos Baskervilles e as Memórias de Sherlock Holmes - tenho este da Martin Claret,mas não confio nas traduções desta editora) ,resolvi aproveitar a preguiça de ler coisas mais elaboradas e começar a reler estas histórias que sempre são cativantes.Diversão das boas e em edições novinhas.Já tive antigas,de várias editoras,mas nenhuma edição cuidada como são estas novas - capa dura,tamanho pocket,folhas amareladas,novas traduções.Fiquei em dúvida entre esta coleção e o box da Nova Fronteira,mas o tamanho dos livros me decidiu - e como comprei em promoção,não ficou caro.Vou ler em ordem cronológica de publicação (peguei as datas na Wikipédia).A Duda do canal Book Addicted tem um projeto de leitura que também segue esta ordem e eu já assisti todos os vídeos deste ano,talvez agora eu possa acompanhar melhor,com "conteúdo" e não só curiosidade.



UPDATE      (14-12)


Já foram Um Estudo em Vermelho,O Sinal dos Quatro e agora estou n'As Aventuras de Sherlock Holmes.

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Uma História da Leitura,relendo




Pela data que está marcada na folha de rosto,eu comprei e provavelmente li este livro em 1998,a capa e os cortes já estão amarelados.Lembro de ter gostado e de ter sido uma leitura enriquecedora(tanto que guardei o livro até hoje),mas não ficou na memória nada mais concreto que isto.

Faz tempo que eu não lia nada tão "técnico",explico:a escrita é simples,mas o conteúdo não exatamente,então a leitura começou com um rítmo mais lento do que eu esperava(minha mania de devorar livros!) e acho que não vai ser "corrida".Mas estou gostando,será que verei "mais" que na primeira leitura?Agora parece que não tenho mais o "arcabouço"(perdão pelo "palavrão")intelectual que já tive.Não tenho mais muito uso "prático" pra ele.
Mas devagarinho eu darei conta deste - talvez até não seja o momento apropriado,já estou com preguiça de final de ano(é,mesmo aposentada fim de ano e eu cansada),com mais vontade de Netflix que outra coisa.Mas ler é preciso!

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Balanço de leituras até 30-11-2017



O ano ainda não terminou,mas eu queria saber mais ou menos que tipo de livros eu li até agora,não "tabulei" incansavelmente,escolhi as "categorias principais" e ficou assim:

No total 76 leituras
              7 quadrinhos MSP
              13 não ficção
              56 ficção
              Autores brasileiro 11
              Autoras brasileiras 5
              Autores europeus 21
             Autores americanos 9
             Autora americana 1
             Autores russos 3
             Livros em francês 16(não computados no "geral" europeus)
             Textos da antigüidade 3
             Japonês 1



Preciso ler mais brasileiro(a)s , latino americano(a)s,asiático(a)s e africano(a)s também,veremos daqui pra frente.
E não adianta,os autores preferidos aparecem bastante(3 Lenormand,4 Ken Follett,2 Jean d'Aillon,vários Dumas) e os que se tornaram preferidos ,mais que os outros(conheci Valter Hugo Mãe e gostei,li 2 dele com pouco intervalo de tempo - e já tenho outros comprados e ganho em troca no Skoob - para ler),amei o Vida e Destino do Vassili Grosmann(ficou o preferido do ano) e ,no geral,foi um ano de boas leituras e consegui sair um pouco da caixinha e ler coisas diferentes além dos meus eternos romances históricos,então,valeu!E que eu melhore como leitora,cada vez mais.
       

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Livros sobre livros,sobre escrita e sobre leitura




Ainda está numa organização improvisada,mas consegui deixar juntos os meus livros sobre escrever e ler e sobre os próprios livros.Não são muitos,mas são especiais:nem todos já foram lidos e preciso colocá-los em uso logo ,e os que já foram,precisam de uma releitura o quanto antes!Ler sobre ler  e sobre a escrita é um tipo delicioso de leitura e ter especialistas falando sobre,muito bom!

terça-feira, 28 de novembro de 2017

TBR:um Graciliano,pena que não dos bons





Escolhi este porque estava me esperando desde o meio do ano,foi um dos primeiros que recebi das trocas no Skoob.Esta edição é do começo dos anos 80,está até que bem conservada.
Do Graciliano lembro de ter lido há muitos e muitos anos o Angústia;depois;li o Memórias do Cárcere e ,do Vidas Secas ,conheci apenas  o filme que é dos anos 50-60,daí vi "livro de contos" e me interessei,achei que seria uma amostra boa da escrita desse autor,histórias do nordeste,de famílias ou por aí .E,bem,a primeira metade já li numa sentada e .....não gostei.
Até agora foi um amontoado de "causos" que parecem com um quadro que o Chico Anysio tinha no Chico City nos anos 70-80(quem sabe foi a inspiração?!)onde um homem "de olho torto" contava suas peripécias no sertão,e a mulher terminava o quadro sempre afirmando as "verdades" das façanhas do marido.Interessante?Nem um pouco.De "domar" onça,montar bode gigante,móveis que se enraízam e tornam a ser árvores,é um amontoado de coisas inverossímeis que passam longe de um realismo mágico,por exemplo,fica parecendo lorota mesmo.Talvez por ter sido escrito antes da metade do século passado ficou datado demais;tem um vocabulário incompreensível(cavalo de fábrica,garrafa de cachimbo,"despotismo" - para tudo que é muito grande,forte,podeeroso ou caro,etc).
Além desta parte I,estes causos do Alexandre ,ainda tem uma parte "Terra dos meninos pelados" e a última,"Pequena História Da República" que eu espero que salvem a leitura,até agora decepcionante.



UPDATE:
Terminou como começou,a história "infantil" não tem graça nenhuma( e foi premiada na época em que foi lançada?!?! )e a Pequena História da República é isto,pequena,rápida e meio superficial.
Me pareceu que esta "coletânea" foi publicada depois da morte do autor então não se sabe se seria uma escolha dele juntar estes textos num livro só.O resultado não foi bom.

sábado, 25 de novembro de 2017

Black Friday,daí que caí na tentação.


 


É,falei que não,mas acabou que comprei mais uns livros,não teve jeito.Alguns e-books que estavam bem mais em conta que os livros físicos(gastei menos de 70 reais em 9 livros e mais um quase com preço cheio por ser de lançamento recente,22 reais).Isto na quinta,ontem alguns preços de livros que estavam na minha (agora pequena)wishlist também diminuíram,caí na tentação e quase completei os meus Sherlock na edição da Zahar(acho mais cute que a edição da Nova Fronteira) ,comprei o Coluna de Fogo pela metade do preço que estava até ontem , um Valter Hugo Mãe(da Cosac,ainda) e um Alberto Manguel que queria há muito tempo,fora meu Fausto do Thomas Mann que estava também com desconto.
Tá bom,nada assim "baratíssimo"(os Sherlock sim,16,17 reais cada),mas ainda melhor que os preços normais.Já estou planejando como arrumá-los nas estantes e colocar os que são "coleção(zinhas) juntos.E rearranjar,rearranjar,rearranjar,não vai ter jeito,tenho que criar espaço de alguma maneira.

Daí você se pergunta:era realmente necessário?
Nada de extremamente urgente,mas dentro do meu possível,sem exageros e com gasto controlado.Acho que valeu!


Daí,uma outra pergunta:Por que na Amazon?
Porque eles vendem mais barato,fazer o quê?

E como eles conseguem realizar preços tão abaixo do mercado?
Daí,é melhor você assistir o vídeo do Yuri do Livrada! que fala sobre isso e sobre o consumismo incentivado pelos Booktubers ,que são "parceiros" da Amazon;consumo consciente e mais.
Certo,dá até pra concordar com ele,mas ,se posso pagar menos,por que procurar livrarias físicas?



https://youtu.be/CT7avXVncro



quinta-feira, 23 de novembro de 2017

O Dan Brown da vez

Como estou me controlando na compra de livros não fui atrás desse no lançamento,bem diferente dos anteriores que já pedia na pré-venda.Baixei o PDF que puxei no Lelivros e quando percebi estava no capítulo 5.Gostando como foi com os outros (sim,o autor tem uma fórmula e pode ser mais do mesmo,mas me diverte e é uma leitura sempre rápida).Daí resolvi comprar o e-book.Não foi exatamente barato, mas foi menos do que o físico e sem entulhar mais as estantes.E bem melhor que ler em PDF.

sábado, 18 de novembro de 2017

D.Pedro uma história não contada

Como li uma "certa" biografia da Leopoldina,estava faltando uma do Pedro.Espero as "novidades" prometidas sobre o personagem.